A revista eletrônica do setor florestal

Edição 37 - Ano 04 - Outubro 2017

Publicado em 30 de outubro de 2017

Queridos amigos e leitores da B.Forest,
O fim do ano de 2017 se aproxima, e com ele uma nova energia começa a fazer parte do dia a dia das empresas, afinal este é o momento de planejamento estratégico e de fechamento dos budgets. Felizmente, para as companhias do setor florestal e madeireiro, especialmente as exportadoras, o balanço do ano tem apresentado saldo positivo. Para 2018, acreditamos que as mesmas tendam a definir suas metas apostando no descolamento dos aspectos econômicos e políticos nacionais. Nossa esperança é que esta mudança de visão dê ainda mais estimulo ao desenvolvimento do setor.
A B.Forest do mês de outubro traz duas reportagens especiais, celebrando a versatilidade do nosso setor brasileiro de florestas plantadas. A primeira delas fala sobre a otimização dos ciclos florestais por meio de estudos de tempos e movimentos, que auxiliam na tomada de decisões e trazem benefícios concretos e diretos como o aumento da produtividade. A segunda é uma análise dos cinco anos de vigência do Código Florestal Brasileiro, em que conversamos com especialistas para descobrir quais foram as maiores conquistas da nova legislação florestal nesta meia década – e o que ainda falta para evoluir.
O entrevistado destaque do mês é Fabian Bruzon, gerente executivo de operações florestais – SP da Suzano Papel e Celulose, que nos fornece uma valiosa oportunidade de conversar com um insider de uma das maiores empresas do mercado, focada em inovação e no progresso do setor florestal. Leia a entrevista na íntegra a seguir.
Além disto, a maior feira florestal da história do país – a quarta edição da Expoforest, se aproxima. E os preparativos já estão a todo vapor! Mesmo a seis meses do evento, 210 expositores já estão confirmados. Confira as novidades, mensalmente, na editoria Conexão Expoforest!

Queridos amigos e leitores da B.Forest,
O fim do ano de 2017 se aproxima, e com ele uma nova energia começa a fazer parte do dia a dia das empresas, afinal este é o momento de planejamento estratégico e de fechamento dos budgets. Felizmente, para as companhias do setor florestal e madeireiro, especialmente as exportadoras, o balanço do ano tem apresentado saldo positivo. Para 2018, acreditamos que as mesmas tendam a definir suas metas apostando no descolamento dos aspectos econômicos e políticos nacionais. Nossa esperança é que esta mudança de visão dê ainda mais estimulo ao desenvolvimento do setor.
A B.Forest do mês de outubro traz duas reportagens especiais, celebrando a versatilidade do nosso setor brasileiro de florestas plantadas. A primeira delas fala sobre a otimização dos ciclos florestais por meio de estudos de tempos e movimentos, que auxiliam na tomada de decisões e trazem benefícios concretos e diretos como o aumento da produtividade. A segunda é uma análise dos cinco anos de vigência do Código Florestal Brasileiro, em que conversamos com especialistas para descobrir quais foram as maiores conquistas da nova legislação florestal nesta meia década – e o que ainda falta para evoluir.
O entrevistado destaque do mês é Fabian Bruzon, gerente executivo de operações florestais – SP da Suzano Papel e Celulose, que nos fornece uma valiosa oportunidade de conversar com um insider de uma das maiores empresas do mercado, focada em inovação e no progresso do setor florestal. Leia a entrevista na íntegra a seguir.
Além disto, a maior feira florestal da história do país – a quarta edição da Expoforest, se aproxima. E os preparativos já estão a todo vapor! Mesmo a seis meses do evento, 210 expositores já estão confirmados. Confira as novidades, mensalmente, na editoria Conexão Expoforest!

Saudações Florestais,

Rafael Malinovski
Diretor de Negócios da Malinovski
continuar lendo

Edições Anteriores