A revista eletrônica do setor florestal

Edição 77 | Julho/Agosto

Publicado em 24 de setembro de 2021

Queridos amigos e leitores da B.Forest,
Futuro. Este é o tema desta edição da B. Forest. Combinamos diversos assuntos, mas no fim percebemos que eles estão conectados por essa palavra e pelas expectativas que as tendências do setor têm apontado para nós.
Em uma entrevista especial sobre mercado de celulose, além do histórico e da realidade atual, discutimos quais são as novas aplicações das fibras vegetais e o que mais podemos esperar para os próximos anos.
Passando para a matéria especial sobre digitalização, conversamos com os principais players do mercado para entender sobre as suas iniciativas de conexão das operações florestais, quais os desafios e oportunidades que temos para esse caminho.
E para completar o ciclo, pensamos nas pessoas que fazem o setor florestal. Homens e mulheres altamente qualificados que operam e estão no dia a dia das operações. Como a academia contribui para a formação e quais as habilidades e competências que devemos desenvolver para estarmos aptos a atuar com as novas oportunidades do futuro?
Tendências, ferramentas e pessoas. A junção desses três elementos nos encaminha para aquilo que será nosso setor nos próximos anos.

Queridos amigos e leitores da B.Forest,
Futuro. Este é o tema desta edição da B. Forest. Combinamos diversos assuntos, mas no fim percebemos que eles estão conectados por essa palavra e pelas expectativas que as tendências do setor têm apontado para nós.
Em uma entrevista especial sobre mercado de celulose, além do histórico e da realidade atual, discutimos quais são as novas aplicações das fibras vegetais e o que mais podemos esperar para os próximos anos.
Passando para a matéria especial sobre digitalização, conversamos com os principais players do mercado para entender sobre as suas iniciativas de conexão das operações florestais, quais os desafios e oportunidades que temos para esse caminho.
E para completar o ciclo, pensamos nas pessoas que fazem o setor florestal. Homens e mulheres altamente qualificados que operam e estão no dia a dia das operações. Como a academia contribui para a formação e quais as habilidades e competências que devemos desenvolver para estarmos aptos a atuar com as novas oportunidades do futuro?
Tendências, ferramentas e pessoas. A junção desses três elementos nos encaminha para aquilo que será nosso setor nos próximos anos.

Ricardo Malinovski
CEO
continuar lendo

Edições Anteriores